Paraty

Paraty

Paraty é um município do estado do Rio de Janeiro

Paraty é um município do estado do Rio de Janeiro, no Brasil. Localizado no litoral sul do estado, dista 258 quilômetros da capital estadual, a cidade do Rio de Janeiro. Junto ao oceano, entre dois rios, Paraty está a uma altitude média de apenas cinco metros. Hoje, é o centro de um município com 930,7 quilômetros quadrados com uma população de 39 965 habitantes (densidade demográfica: 35,6 habitantes por quilômetro quadrado). Segundo estimativas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística para 2014, possui 39 965 habitantes, ocupando a 43ª posição entre os municípios do estado do Rio por população. O seu Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) é de 0,693, segundo dados de 2010 do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (publicados em 2013), o que é considerado como “mediano”. Por estar localizada quase ao nível do mar, a cidade foi projetada levando em conta o fluxo das marés. Como resultado, muitas de suas ruas são periodicamente inundadas pela maré.

Paraty possui cerca de cinquenta bairros e localidades. Os mais populosos são o Parque da Mangueira, com cerca de 7 000 moradores e Ilha das Cobras, que tem cerca de 2 000 habitantes.

Os que concentram maior renda são os de Laranjeiras, Mambucaba e Centro Histórico.

Outros bairros importantes que estão próximos ao Centro são: Chácara, Chácara da Saudade, Bairro de Fátima, Patitiba, Parque de Mangueira, Ilha das Cobras, Parque Ipê, Portão de Ferro I, Portão de Ferro II, Portão de Ferro III, Vila Colonial, Parque Imperial, Caborê, Pontal, Jabaquara, Portal das Artes e Dom Pedro.

Rua de Paraty.
Alguns bairros que ficam distantes do Centro: Ponte Branca, Caboclo, Cabral, Portão Vermelho, Pantanal, Parque Verde, Condado, Penha, Corisco, Corisquinho, Coriscão, Patrimônio, Vila Oratório, Trindade, Quilombo Campinho da Independência, Córrego dos Micos, Pedras Azuis, Boa Vista, Várzea do Corumbê, Corumbê, Praia Grande, Barra Grande, Graúna, Colônia, Serraria, Taquari, Sertão do Taquari, São Gonçalo, Tarituba , São Roque e Rio Pequeno.

Cidade histórica e cheia de belas paisagens naturais, Paraty tem opções de passeios inesquecíveis o ano todo.

Paraty é uma cidade cheia de história e belezas naturais, localizada na região da Costa Verde, no sul do Estado do Rio de Janeiro. A cidade atrai turistas em grande quantidade em julho, durante a Flip, sua festa literária já tradicional, mas durante todo o ano muita gente conhece e se apaixona por Paraty.

Motivos para voltar não faltam, o que faz com que a cidade histórica sempre seja rota de turistas do Brasil todo. Conheça os dez passeios imperdíveis em Paraty e entenda por que quem já foi sempre quer voltar lá.

1 – Passear de escuna
Os passeios de escuna são praticamente obrigatórios em Paraty . O passeio dura cerca de cinco horas e as escunas, que saem do cais da cidade entre 10 e 12h, param em quatro lugares – entre praias e ilhas. Há bebida e comida a bordo. Quem viajar com um grupo grande de amigos pode alugar um barco só para o seu grupo. Essas embarcações levam até dez pessoas, e o preço acaba saindo quase o mesmo. A negociação pode ser feita diretamente com o marinheiro, no cais, ou ainda através de agências de turismo.

2 – Mergulhar nos aquários naturais
Em algumas das paradas das escunas, você pode mergulhar em verdadeiros aquários naturais. Águas limpas, através das quais é possível observar peixinhos nadando ao seu redor. Uma experiência única e inesquecível.

3 – Dar um pulinho em Trindade
Localizada a apenas 30 quilômetros de Paraty, Trindade é uma vila de pescadores com cenários paradisíacos. O acesso é pela Rodovia Rio-Santos, na altura do km 268. Entre as praias de Trindade estão a Praia Brava, a Praia do Cepilho (muito procurada para surfe), a Praia dos Ranchos, a Praia do Meio (onde barqueiros oferecem passeios turísticos), entre outras. A Praia das Figueiras ou Praia dos Pelados é famosa pela prática do naturismo.

4 – Visitar as cachoeiras
Paraty tem várias cachoeiras belíssimas e você não pode deixar de conhecer pelo menos uma. Uma dica é a Cachoeira da Pedra Branca, com dois saltos de cinco metros de altura. A água é um pouco fria, mas o banho vale a pena. Há pequenas piscinas e duchas naturais no local, o que só torna o passeio ainda melhor.

5 – Visitar lojinhas de artesanato
As opções são muitas: artesanato em tecido, em madeira, em fibras vegetais, em papier maché. Tem para todos os gostos e bolsos. Passar algumas horas visitando as lojinhas de artesanato, espalhadas pelo centro histórico de Paraty, é uma delícia, mesmo para quem viajou sem a intenção de gastar muito.

6 – Fazer o Caminho do Ouro
O Caminho do Ouro, que ligava Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais, é a estrada construída pelos escravos entre os séculos 17 e 19 e é por ela que os mineiros traziam o ouro. O local está preservado e está cercado pela beleza da Mata Atlântica do Parque Nacional da Serra da Bocaina. Há várias opções de trekking pelo Caminho do Ouro, com paradas em cachoeiras, alambiques, entre outras paisagens.

7 – Nadar no Poço das Andorinhas
As águas do poço são claras e com temperatura ótima para banhos. Há, ainda, no local uma ducha natural. Os visitantes procuram muito o local também por causa de um escorregador natural que se forma abaixo do poço.

8 – Passear pelo centro histórico
Tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico Nacional, o centro histórico de Paraty foi erguido entre os séculos 17 e 19, e está localizado entre o Rio Perequê-Açu e a Baía de Paraty. Ele é formado por casarões coloniais e igrejas. Carros não podem trafegar pelas ruas, que mantém seu calçamento em pedras. Alguns sobrados são ocupados por bares, restaurantes, pousadas e lojas de artesanato.

9 – Ir a um espetáculo de Teatro de Bonecos
O grupo Contadores de Estórias manipula bonecos de pano e espuma em espetáculos premiados em vários países. As apresentações acontecem às quartas e sábados, no Teatro Espaço. O teatro não é muito grande, tem apenas cem lugares e é bom fazer reservas.

10 – Visitar a Casa da Cultura
A Casa da Cultura funciona em um casarão bonito e foi aberta ao público em 2004. No local, há exposições temporárias e uma exposição permanente, que exibe em vídeo depoimentos de moradores e visitantes de Paraty .

Cidade colonial preserva sua arquitetura e oferece muitas belezas naturais aos visitantes.

Se você ainda não conhece a bela cidade histórica e colonial no Rio de Janeiro, julho de 2008 tem um motivo a mais para que você conheça Paraty. De 2 a 6 de julho, a cidade sedia a Flip (Festa Literária de Paraty), que, a cada edição, se confirma como um dos eventos literários mais importantes do país.

Como se isso fosse pouco, as belezas naturais da cidade, que preserva até hoje encantos naturais e arquitetônicos, são um convite para uma visita em qualquer época do ano. Passear pelo centro histórico de Paraty, onde é proibido o tráfego de automóveis, é como entrar em um túnel do tempo, rodeado de belas paisagens. Passeios de barco e escunas também são imperdíveis. Eles duram de 4 a 5 horas, e saem diariamente do cais da cidade. Quanto maior for o grupo, mais barato sai o passeio.

Aos amantes da natureza não faltam roteiros, já que na área da cidade estão o Parque Nacional da Serra da Bocaina, a Área de Proteção Ambiental do Cairuçú, onde fica a Vila da Trindade, e a Reserva da Joatinga. Para completar a lista de atrativos, Paraty faz limite com o Parque Estadual da Serra do Mar.

praias de paraty

Paraty  Rio de Janeiro

Faça sua reserva hoje mesmo e aproveite todas as comodidades!

Monte seu Roteiro
Nós oferecemos o pacote e você pode montar o roteiro como quiser.